telefone auxilio emergencial

Como Sacar o FGTS Emergencial no Aplicativo Caixa Tem?

Não consegue acessar sua poupança social digital da Caixa para sacar o FGTS Emergencial? Aprenda agora como baixar, instalar e usar o aplicativo Caixa Tem para ter acesso ao seu FGTS Emergencial.

​A Poupança Social Digital Caixa é uma modalidade de poupança simplificada, aberta para beneficiários de programas governamentais e com limite de saldo e movimentação máxima mensal de R$ 3.000,00. A movimentação da Poupança Social Digital é feita pelo aplicativo Caixa Tem.

Como se Cadastrar no app Caixa Tem para Acessar a Poupança Social Digital?

No momento, a abertura desta modalidade de poupança está restrita aos beneficiários do Auxílio Emergencial e aos trabalhadores que possuem saldo de FGTS Emergencial, concedido pelo Governo Federal em decorrência da pandemia causada pela COVID-19 (coronavírus), conforme Lei Nº 13.982, de 02 de abril de 2020.

Devido ao pagamento do auxílio emergencial, no momento a abertura desta modalidade de poupança é realizada automaticamente para quem está no Cadastro Único e não possui conta poupança na Caixa ou no Banco do Brasil ou por solicitação do cliente no ato do cadastramento para habilitação no benefício, pelo site http://auxilio.caixa.gov.br ou pelo App CAIXA | Auxílio Emergencial. A Caixa também irá abrir uma conta para todos os trabalhadores que possuem saldo de FGTS emergencial.

Para realizar o cadastro pelo aplicativo do Auxílio emergencial, você deve seguir os seguintes passos:

1 – Abra seu aplicativo e vá em “Acompanhar sua solicitação”. Depois insira seu CPF, clique em “Não sou um robô” e clique em “Continuar”. Agora, selecione as imagens corretas para verificação e apertar em “verificar”.

2- Preencha os campos de texto com seu nome, data de nascimento e nome da mãe. Em seguida, clique em “Continuar”.

3- Caso a verificação com imagens não apareça, insira no campo de texto o código de 6 dígitos que você receberá por SMS no número que cadastrou o aplicativo e aperte em “Continuar”.… Leia Mais

ministerio do trabalho

Telefone Seguro Desemprego

Seguro desemprego atrasou e você não sabe a quem recorrer? Seguro desemprego não foi depositado na sua conta? Ligue para o telefone Caixa Cidadão no número 0800-726-0207. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 10h às 16h. A ligação pode ser realizada por telefone fixo ou celular. Perdeu o emprego e não sabe como requerer o seguro? Ligue para o telefone 158. A central funciona das 7h às 19h.

Um dos mais importantes direitos dos trabalhadores brasileiros, o Seguro Desemprego é um benefício que oferece auxílio em dinheiro por um período determinado. Ele é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado. O Seguro-Desemprego é um benefício integrante da seguridade social, garantido pelo art. 7º dos Direitos Sociais da Constituição Federal e tem por finalidade prover assistência financeira temporária ao trabalhador dispensado involuntariamente. O trabalhador dispensado sem justa causa recebe do empregador o Requerimento do Seguro-Desemprego devidamente preenchido, que deve ser levado, junto com o restante da documentação, a um posto de atendimento do Ministério do Trabalho.

Quem Tem Direito ao Seguro Desemprego?

1º) Trabalhador dispensado de seu emprego que atenda aos critérios abaixo deverá procurar uma das unidades de atendimento, entre 7 e 120 dias corridos após a data da dispensa.

Terá direito ao benefício o trabalhador que comprovar:

I – Dispensa sem justa causa, inclusive a indireta, que comprove vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica
II – Comprovar recebimentos de salários e meses trabalhados conforme critérios abaixo:
a) 1ª solicitação: pelo menos 12 meses nos últimos 18 meses anteriores à data da dispensa
b) 2ª solicitação: pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses anteriores à data de dispensa
c) 3ª solicitação: cada um dos 6 meses anteriores à data de dispensa, quando das demais solicitações
III – Não estar recebendo benefício previdenciário de prestação continuada, exceto auxílio acidente, auxílio reclusão e pensão por morte
IV – Não estar em gozo do auxílio-desemprego
V – Não possuir renda própria de qualquer natureza suficiente para sua manutenção e de sua família.… Leia Mais