telefone xiaomibrz

A Xiaomi é uma empresa chinesa de produtos eletrônicos com sede em Pequim, na China. Terceira maior distribuidora de smartphones do mundo, a Xiaomi projeta, desenvolve e vende celulares, aplicativos móveis e eletrônicos de consumo. A Xiaomi foi fundada em 2010 e em 29 de junho de 2015 chegou ao Brasil por meio de parcerias. Neste tutorial, iremos explicar cada uma destas formas de contato com o Xiaomi.

SAC é o Serviço de Atendimento ao Consumidor das empresas prestadoras de serviços e vendedoras de produtos. O objetivo deste canal de comunicação  é resolver as demandas dos consumidores sobre dúvidas, reclamações, cancelamentos, etc. O contado do cliente com o Serviço de Atendimento ao Consumidor deve ser gratuito, isto é, o atendimento das solicitações dos consumidores não pode resultar em qualquer custo.

Quanto à qualidade do atendimento, o SAC deverá obedecer aos princípios da boa-fé, transparência, eficiência, celeridade e cordialidade, além disso, o atendente que lhe prestará o serviço deverá ser totalmente capacitado para lhe prestar o melhor atendimento possível. Você também possui o direito de ter seu contato transferido do atendente do SAC para o setor competente da empresa, que seja devidamente capacitado a atender os seus questionamentos.

O canal de atendimento ao consumidor pode ser implementado de diversas formas tais como canal telefônico, chat online, email e redes sociais. O importante é saber que todo cliente quer e tem o direito de ser bem atendido, seja lá qual for o produto ou serviço que estiver adquirindo.

SAC e Ouvidoria

É muito comum que os consumidores não entendam a diferença entre SAC e Ouvidoria. O Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) é a forma direta de comunicação entre cliente e empresa para a resolução de problemas e dúvidas. Já a ouvidoria é um canal mais amplo do atendimento ao consumidor. A ouvidoria funciona como se fosse um coletivo de possibilidades que o cliente pode acessar, inclusive em órgãos de defesa do consumidor, antes de entrar de fato com um processo na justiça contra a empresa.

O contato com a ouvidoria deve ser a última tentativa de contato do cliente com a empresa antes de um processo judicial ser iniciado. Para ter acesso à ouvidoria, um cliente precisa primeiramente entrar em contato com o SAC. Se o atendente do SAC não solucionar o problema do cliente, o mesmo deve entrar em contato com a ouvidoria. Finalmente, se o canal de ouvidoria não resolver o problema, o cliente deverá acessar o órgão regulador da categoria ou ir à justiça para garantir seus direitos.

Como Entrar em Contato com o Xiaomi?

Caso queira entrar em contato com o atendimento da Xiaomi, deve-se usar um dos seguintes canais:

1 – Entrar em Contato com o Xiaomi Através de Telefone

Entre em contato com a Xiaomi através do número 11 3777 3458.

Atendimento segunda a sexta das 09h00 às 17h00 exceto feriados.

2 – Email do Xiaomi

Você poderá enviar um email para o Xiaomi no seguinte endereço: [email protected].

3 – Ouvidoria Xiaomi

Infelizmente o Xiaomi não possui um serviço de ouvidoria. Solicitações devem ser feitas diretamente em um dos canais já informados anteriormente (telefone, email e formulário fale conosco). Não se preocupe, a empresa possui uma equipe treinada para solucionar todos os problemas na prestação dos seus serviços.

4 – Reclamações Xiaomi

A Xiaomi está focada em ser uma empresa de internet móvel mais centrada no seu usuário, e seu objetivo é exceder expectativas constantemente por meio de inovações em software, hardware e serviços. Muitos de seus funcionários foram inicialmente fãs dos produtos Mi antes de decidirem se juntar à empresa. A equipe não é apenas apaixonada por tecnologia, mas também busca incansavelmente a perfeição para quebrar a tradição e ultrapassar fronteiras, tudo para garantir que seus produtos permaneçam únicos e ofereçam uma experiência de usuário inigualável.

É importante lembrar que toda empresa possui problemas nos seus serviços e produtos, e com a Xiaomi não seria diferente. Mas a empresa tenta superá-los de forma rápida para melhor atender seus clientes. Sendo assim, a sua participação, de forma mais efetiva, relatando as problemas e sugerindo melhorias, é fundamental para que a empresa aperfeiçoe seus processos.

5 – Entrar em Contato com o Xiaomi nas Redes Sociais

Se nenhuma das opções de contato apresentadas até aqui não lhe serviu, a última tentativa seria entrar em contato com a Xiaomi pelas redes sociais:

Canais de Reclamações dos Consumidores

Sabemos que os canais de atendimento ao consumidor (SAC) e serviços de ouvidoria das empresas deveriam ser suficientes para o consumidor resolver todas suas questões. Mas nem sempre as empresas atendem os clientes da forma adequada. Pensando nisto, preparamos uma lista de canais de reclamação que todo cidadão pode usar para realizar reclamações a respeito de produtos e serviços da Xiaomi.

Procons

Os Procons são órgãos vinculados aos governos estaduais que atuam na defesa dos direitos dos consumidores. Os procedimentos variam de acordos com os estados, mas há características comuns. Qualquer pessoa física ou jurídica pode fazer reclamações, que devem ser oficializadas por meio do site www.consumidor.gov.br ou presencialmente nas sedes e postos de atendimento. Não há cobrança de taxas para o auxílio. Alguns Procons possuem sistemas próprios para receber reclamações pela Internet, como é o caso do de São Paulo.

Os órgãos atuam em qualquer relação de consumo, com algumas exceções. No caso do Procon DF, a assistência não ocorre em casos de venda entre particulares, relação entre locador e locatário, multa de trânsito e relação entre advogado e cliente, entre outros. Para fazer a reclamação, é preciso apresentar documento de identificação, comprovante de residência, comprovante da relação de consumo (nota fiscal, recibo, contrato) e outros documentos (como boleto, garantia etc…).

Consumidor.gov.br

O Portal do Consumidor é um recurso criado pelo Ministério da Justiça como parte do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. A pessoa pode registrar uma queixa e a empresa tem até 10 dias para responder. Esse procedimento só é válido para aqueles fornecedores cadastrados no site. Ou seja, o serviço depende de uma adesão voluntária das companhias.

O portal serve como um canal de comunicação e, no período de 10 dias, a empresa pode dialogar com o consumidor. Ao fim do prazo, precisa dar uma resposta à demanda. Já a pessoa que apresentou a reclamação pode comentar o retorno e dizer se considerou a situação resolvida. Se o problema não for resolvido, o Ministério não promove outro tipo de sanção ou processo administrativo.

Juizados Especiais Cíveis

Para quem recorre à Justiça, a alternativa mais simples é entrar com uma reclamação em um juizado especial cível, que são instâncias específicas dos tribunais de Justiça de cada estado. Pessoas físicas com mais de 18 anos, micro e pequenas empresas e organizações da sociedade civil podem acessar este recurso.

As reclamações têm limite de 40 salários mínimos. Se o valor da causa for maior, o consumidor só poderá receber até este limite. Se o caso for de valor de até 20 salários mínimos, não é necessário contratar advogado. No entanto, se o valor for superior, a presença deste profissional passa a ser necessária. Os custos de um advogado são definidos em tabelas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de cada estado.

As reclamações devem ser feitas por escrito, com cópias de documento de identidade, CPF, comprovante de residência e outros documentos que embasem o processo. É preciso ter também dados da pessoa acionada, como nome, endereço, nacionalidade e profissão.

Os juizados especiais buscam resolver os processos por meio de acordos. Para isso são chamadas audiências de conciliação. Caso não haja consenso, o juiz responsável pode determinar uma sanção se considerar que o consumidor está correto em seu pleito.

Justiça Comum

Outra opção é apelar à Justiça para resolver um impasse em uma relação de consumo. O consumidor pode recorrer aos juizados especiais cíveis ou acionar o Tribunal de Justiça do seu estado. Para isso, independentemente do valor da causa, é preciso contratar um advogado. Mas nem sempre o juizado especial é mais rápido, pois a agilidade depende da fila de processos.

Site Reclame Aqui

O site Reclame Aqui é um site brasileiro de reclamações contra empresas sobre atendimento, compra, venda, produtos e serviços. É um serviço gratuito, tanto para os consumidores postarem suas reclamações quanto para as empresas responderem a elas. Trata-se de um site no qual consumidores fazem um cadastro de seus dados pessoais e podem enviar reclamações. A política de privacidade do site não permite a identificação do consumidor na publicação das páginas, pois as reclamações feitas são indexadas por motores de busca e visíveis para consulta. O acesso aos dados que foram cadastrados pelo cliente ocorre apenas com a empresa envolvida, para facilitar a busca da resolução do problema. Assim, é transmitida à empresa envolvida um e-mail com os detalhes, caso ela possua um cadastro para respostas no site.

Com os dados gerados, são obtidos rankings automatizados e o Reclame Aqui faz uma avaliação da empresa utilizando diversos critérios próprios. O status máximo de uma empresa no site é possuir o Selo RA 1000, o qual também possui critérios específicos. Os consumidores podem, depois de terem suas questões respondidas pelas empresa, indicar que o problema foi resolvido ou não, além de ter o direito a réplicas e, ao final, mostrar por meio de smiles a sua opinião sobre a resposta da empresa reclamada. A descrição do problema que o cliente publica é avaliada por uma equipe do site antes de ser publicada. Isto ocorre pois sua política não permite conteúdo ofensivo na redação dos usuários

Sobre a Xiaomi

A Xiaomi foi fundada em 2010 pelo empreendedor serial Lei Jun com base na visão de “inovação para todos”. A empresa acredita que produtos de alta qualidade construídos com tecnologia de ponta devem ser acessíveis a todos. A companhia desenvolve hardware, software e serviços de internet excepcionais para e com a ajuda de Mi Fãs. TVs e Set-top-boxes, roteadores, e produtos do ecossistema Mi incluindo dispositivos inteligentes, tecnologia vestível e outros acessórios. Com presença em mais de 30 países e regiões, a Xiaomi está se expandindo ao redor do mundo para se tornar uma marca global.

6 thoughts on “Telefone Xiaomi

  1. Fiz uma compra do celular xiaomi Note 6 pela internet nas Casas Bahias no dia 05/05/17,depois de um mês o produto recebido começou a apresentar defeito. Não consigo resolver nem com as Casas Bahias e nem com a Xiaomi, um fica jogando pro outro.preciso de uma solução, que conserte , troca, o produto ou vou ter que ir no Procon pedir devolução das parcelas pagas.

  2. Foi realizado uma compra no dia 13/06/2019 no site da XIAOME BRASIL PEIDO N 67206311579, no sábado 15/06/2019 um atendente me ligou confirmando os dados da compra.

    1.)Em seguida recebi um e-mail com (PAGAMENTO APROVADO)
    2.)No domingo 16/06/2019 recebi um outro e-mail (PRODUTO EM SEPARAÇÃO)
    3.)Hoje pela manha recebi um outro e-mail falando que o produto tinha sido cancelado, liguei direto na XIAOME BRASIL, atendente ENDEL, falando que o sistema cancelou o produto pq não iria entregar na data prevista.
    Olha que engraçado, de R$ 1.777,00 colocaram o valor para R$ 2.777,00, e continuam vendendo os aparelhos, o meu pedido a empresa disse que não conseguiria entregar na data, mais quem comprar a partir de hoje eles vão entregar ou cancelar todos os produtos novamente.??

    ESTOU ABRINDO UM PROCESSO CONTRA A XIAOME BRASIL.

    INFELISMENTE A XIAOME BRASIL JÁ COMECOU MUITO MAU.

  3. Xiaomi acabou de chegar no Brasil e eu resolvi comprar um celular e dar um voto de confiança para a empresa. Mas após esse problema não serei cliente mais.

    Fiz a compra, o pagamento foi aprovado e debitado no meu cartão, mas eu acabo de receber um e-mail falando que infelizmente o pedido foi cancelado.
    Liguei no SAC e sem nenhuma cerimônia me disseram que o pedido foi cancelado por um problema no setor de logística de empresa não entregariam uma remessa de pedidos e o meu está entre eles. O curioso é que eu comprei o celular em uma promoção (que esteve no ar por mais de 2 dias no site, logo não foi um erro!) e eles cancelam o pedido sem nenhum questionamento.

    Agora eu fico com o prejuízo, terei que pagar por um celular que não vou receber e esperar a boa vontade do estorno no cartão de crédito que pode levar muitos dias.

    Eu só queria receber o celular que comprei, Xiaomi! Isso não pode ser tão complicado pra vocês.

    Estou decepcionada!

    Fica a dica: É mais fácil perdoar um atraso na entrega do que ficar sem o produto e com a sensação de que foi enganado por uma promoção falsa.

  4. Adquiri um Xiaomi MI9 em uma promoção através do site https://www.xiaomibrz.com.br no dia 11/06. Efetuei o pagamento, inclusive recebi uma ligação da própria empresa para confirmar a compra, no dia 14/06, recebi e-mail dizendo que o pedido havia sido faturado e que o produto seria postado até o dia 21/06. Hoje (17/06) surpreendentemente, recebo um e-mail de cancelamento, sem entender o que havia ocorrido, entro em contato com a empresa e de forma muito simples e descarada, os atendentes (Falei com 2 pessoas distintas), me relataram que o sistema da empresa cancelou pedidos devido a alta demanda…Pedi para que a situação fosse resolvida, não quero o dinheiro, quero o aparelho, a pessoa (Solange) me sugeriu entrar no site de novo e fazer uma nova compra pelo valor sem desconto, ou seja podemos afirmar que a empresa não tem palavra ao vender um produto por um preço promocional, cancelar o pedido após faturamento do mesmo e orientar aos clientes que refaçam a compra pelo valor sem desconto.

    Exijo no mínimo um cupom de desconto no valor que desembolsei para ter o celular. Vendi meu celular atual após ter efetuado a compra deste e agora estou sem celular…

  5. No dia 08/06 realizei a compra de um aparelho Xiaomi Mi 9 através do site e consegui uma promoção na qual o valor era R$ 1.777,00, com prazo de entrega de até 10 dias úteis. Hoje, dia 17/06, após muita espera, recebo um e-mail da empresa avisando que meu pedido tinha sido cancelado (após a aprovação do pagamento!!!) sem mais nem menos. Ao contactar a empresa, fui recebido com a notícia de que esse é o “procedimento” realizado por eles quando a demanda de pedidos está alta e o produto em falta. Avisaram ainda que o estorno seria feito em até 30 dias, ou seja, o dinheiro fica retido, fiquei sem aparelho, sem resposta e ao invés deles tentarem revender o celular, eles pedem para que a compra seja realizada novamente sendo que o valor do aparelho está muito mais alto. Qual o cabimento disso ? Quando solicitei à atendente para me encaminhar a um superior (pois até agora não estou nem um pouco contente com a resposta que me foi dada pela empresa), a mesma fez o favor de repetir que é um “procedimento” e que não há mais nada que possa ser feito. Empresa injusta, enganadora, desrespeitosa e por ai vai.

  6. Na ultima quinta-feira (13/06/19), realizei uma compra no site da Xiaomi Brasil de um Xiaomi Mi 9. Na sexta-feira (14/06/19), recebi uma ligação da empresa para confirmar os dados enviados e confirmar a minha compra, logo após isso, recebi um e-mail afirmando que o pagamento havia sido aprovado, até aí tudo ok.
    Hoje (17/06/19), recebi um e-mail dizendo que a minha compra havia sido cancelada, então liguei para a empresa para entender o que tinha acontecido e o atendente me falou que após o pedido chegar na logística, eles afirmaram que não poderiam me enviar o produto, pois não havia o mesmo em estoque, o problema é que eu olhei no site e o mesmo produto, da mesma cor e com a mesma capacidade de memória, estava lá com a afirmação de que há produto em estoque e disponível para a entrega, então tentei argumentar com o atendente, mas ele disse que não poderiam fazer nada, pois o pedido já havia sido cancelado, aí me falou que eu precisaria efetuar a compra novamente, mas agora o produto já está 1000 reais mais caro. Falei com a minha advogada e ela me explicou que a empresa não poderia ter feito isso, vendido um produto para uma grande quantidade de pessoas por um valor e depois cancelar por “não haver produto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.